quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Ministro da Educação diz que país não pode admitir perda de interesse pelo magistério

No encerramento do grupo de trabalho das grandes cidades, que reúne os secretários municipais de educação das 26 capitais, do Distrito Federal e dos 127 municípios com mais de 163 mil habitantes, o ministro da Educação, Fernando Haddad, reforçou a importância do piso salarial nacional para o magistério, em vigor desde o início do ano. "Não podemos admitir a perda de interesse pelo magistério", disse o ministro.Haddad comentou os dados do Censo da Educação Superior de 2007, divulgados na terça-feira, dia 3, os quais mostram uma queda no interesse por cursos. "Os novos dados são mais um alerta para que aumentemos os esforços na criação de um sistema público de formação de professores que envolva a União, estados e municípios", salientou.
O ministro pediu também esforços para a expansão da oferta de educação infantil. "Precisamos garantir que os alunos tenham habilidades próprias para a idade. Com isso, todo o trabalho no ensino básico será facilitado", disse. Haddad destacou os dados sobre alunos que cursaram educação infantil e concluem com mais freqüência o ensino médio. "A redução nos índices de analfabetismo também passa por um maior investimento na educação infantil."
A continuidade de ações e a parceria contínua entre União, estados e municípios foram destacadas como ferramentas primordiais de melhoria da qualidade da educação no país. Aos prefeitos e secretários presentes, Haddad pediu mais participação. "Não subestimem os subsídios que vocês podem nos conceder para melhorar as políticas públicas de educação no país", afirmou.Para o ministro, inúmeras questões pedem a manutenção de uma interlocução constante entre o MEC e os municípios.
"O apoio técnico do ministério está disponível para todos, sem exceção." Dentre as ferramentas para ampliar a interlocução com os municípios, Haddad citou os planos de ação articulada (PAR), que ele considera como instrumentos para a continuidade da gestão.Com o PAR, os gestores que chegam agora às secretarias têm um plano de trabalho avalizado pelo MEC. "Podem até não gostar e querer mudar, mas isso é bem diferente de chegar e encontrar computadores e gavetas vazios, como tantas vezes se viu."

COMENTO:

É preciso que ministro Haddad reavalie o salário que se oferece aos docentes em nosso país. Com uma remuneração tão pouco atrativa pouquissímos jovens se sentirão atraídos para o magistério.Quanto aos projetos do ministério da educaçao visando a melhoria da qualidade e expansão do ensino no Brasil; digo que nenhum projeto, ou programa que vise a melhoria da educação em nosso país terá êxito enquanto prevalecer a atual postura de descompromisso nas instâncias municipais e estaduais. O MEC deve fiscalizar de perto todo o processo, não apenas solicitando relatórios, pois esses podem ser de faz de conta. É preciso corpo presente, coleta de resultados in loco. Senão for desta forma tudo não passará de falácias e gastos públicos sem resultados.

1 comentários:

zymboo

Olá, boa tarde!
Meu nome é Patrícia e trabalho com divulgação na empresa Zymboo.com.
Hoje temos um portal de conteúdo que abrange notícias nacionais, internacionais e regionais (www.zymboo.com).
Gostamos muito do seu blog e gostaríamos de convidá-lo a escrever para a página de cidades da Zymboo.
Estamos lançando um novo portal em que o internauta vai ficar por dentro de tudo o que acontece em sua cidade: notícias dos principais jornais e revistas, turismo, atrações, história, memória, cotidiano, esporte, diversão, curiosidades, serviços e muito mais! Não é apenas um portal de notícias, é um portal onde o cidadão vai interagir, opinar, enviar notícias, vídeos e imagens, colocar seu blog, indicar eventos, sugerir melhorias ou criticar aspectos do município. Participe do site você também, blogueiro, seja nosso Repórter Cidadão!
Basta enviar seus textos para serem publicados na Zymboo: falacidadao@zymboo-inc.com
Conheça também nosso blog: http://zymboocidades.blogspot.com/ 
 
 

Blog do Prof. Ozamir Lima - Designer: Segundo Freitas