quinta-feira, 31 de maio de 2007

QUEM DIRIA!!

Leia a opinião do Senador José Agripino Maia (PFL-RN) sobre a Operação Navalha, que envolve gente graúda com a Construtora Gautama:

"não é nescessária a instauração de mais uma CPI, já que a Polícia Federal é extremamente competente na apuração dos fatos e encontrará os envolvidos!" Tá bom ou quer mais?

A Polícia Federal e "Os intocáveis"

Publico importante Artigo de Frei Beto, sobre a A Polícia Federal que tem lavado a alma do povão Brasileiro botando políticos, juizes e empresários no camburão.No meu entendimento, um dos poucos setores que funciona no Governo Lula é o Departamento de Polícia Federal, pois nunca se investigou tanto a corrupção como atualmente.

LEIA:


Desde que me entendo por gente, ouço dizer, sem poder discordar, que vivemos no país da impunidade. A polícia e a Justiça punem apenas os pobres passageiros atulhados nos porões deste imenso navio cargueiro chamado Brasil, que flutua nos mares do Sul. No convés, os camarotes vivem infestados de larápios, corruptos, estelionatários, sonegadores, contrabandistas, contratadores de trabalho escravo e toda sorte de bandidos, imunes e impunes.

Essa elite deletéria tem o poder de influir não apenas na elaboração das leis mas sobretudo na sua aplicação, pois indica juízes e promove togados, nomeia delegados e promotores, presenteia políticos e banca férias de magistrados em hotéis de luxo, o que lhes permite trafegar e traficar no mundo do crime com a mesma desfaçatez com que freqüentam os salões da República, os gabinetes de parlamentares e as festas em que o poder desfila e espelha seu incomensurável ego. Diante de tanta impunidade, Chico Buarque chegou a propor: "Chamem o ladrão, chamem o ladrão!".

No governo Lula, felizmente, as ingerências políticas foram afastadas da Polícia Federal. Como nunca se havia visto antes, as grades de sua carceragem se abriram para ex-governadores, juízes, donos de grandes empresas, gente graúda. Graças à imparcialidade do Ministério Público e ao sigilo das investigações, tubarões têm caído na rede. Pena que as nossas leis sejam tão frouxas, e o Judiciário, cheio de dedos para puni-los.

Agora, diante da Operação Navalha, que corta a jugular de um dos esquemas para sugar os bilionários recursos do PAC (quantos outros não permanecem ativos?), há uma grita geral de que a Polícia Federal estaria "exagerando". Sobretudo ao vazar informações para a mídia. Ora, na hora de estourar a boca de fumo, é chute na porta, mãos para o alto, barraco revirado, e, se o preso perguntar pelo mandado do juiz, é bem capaz de levar umas bolachas...

Mas, em se tratando de bacanas, corre-se o processo sob segredo de Justiça. Claro, isso facilita o embate entre o Judiciário, refém da elite, e a Polícia Federal, que, infelizmente, não tem tanta autonomia quanto o Banco Central.

O "exagero" não está na Polícia Federal, senhores políticos! Está nos fatos que levam uma publicação como o "Financial Times" a dizer que o Brasil é o país do "rouba, mas faz" sem que o Congresso reaja à acusação.

O "exagero" reside nas CPIs abortadas sem punir ninguém; nos inquéritos paralisados que reforçam a impunidade; no volume de dinheiro público destinado a bolsos privados; no absurdo de micros, pequenos e médios empresários ficarem à míngua diante da porta do BNDES, obrigados a suportar elevadas taxas de juros dos bancos privados, enquanto os grandes empresários se fartam com dinheiro público barato.

O "exagero" é constatar que, diante de tanta denúncia de corrupção neste país nos últimos anos, nenhum corrupto se encontra cumprindo pena atrás das grades.

O "exagero" não é a Polícia Federal investigar e capturar, é aderir à perversa ideologia de que os meus amigos corruptos são menos corruptos que os meus inimigos... Por que rejeitar o jatinho do empresário amigo? Que mal faz um mimo? Recusar um presente não é uma ofensa? É tanto ladrão graúdo preso e muitos ameaçados que o melhor é prender e calar a polícia...

Isso lembra a história de Eliot Ness, o famoso agente "usamericano" que enfrentou a máfia, retratado na série "Os Intocáveis". Sabe por que a série foi tirada do ar pela cadeia televisiva ABC? Primeiro, a comunidade ítalo-americana protestou. Sentia-se encarada como mafiosa.

A viúva de Al Capone processou a emissora por uso indevido da imagem do marido e exigiu reparação de US$ 1 milhão. O FBI também se irritou, era ele que reprimia a máfia, e os méritos ficavam com Eliot.

Tudo se complicou em 1961, quando o líder sindical "Though Tony" Anastasia, ressentido com a denúncia do caráter mafioso de sua entidade, promoveu manifestação diante da ABC em Nova York e mobilizou os estivadores para manter "intocadas" as cargas de cigarros Chesterfield Kings, patrocinadora do programa.

Afetada pelo boicote, a empresa Ligett-Meyers, produtora do cigarro, retirou o patrocínio e, meses depois, o programa saiu do ar. E, no Brasil, quem são "os intocáveis", os policiais federais ou os bandidos de colarinho branco e rabo preso?


Frei Betto, ex-assessor especial da Presidência da República, escritor e frade dominicano

Enade 2006 avalia menos de 1% dos cursos com a nota máxima

Na edição 2006 do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), um dos sistemas de avaliação da qualidade do ensino superior, apenas 0,79% dos 5.701 cursos avaliados (exatos 45) tiveram nota máxima nos dois conceitos empregados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC). Em ambos os indicadores, essa reduzida seleção de cursos obteve nota cinco, topo da escala que começa com a nota um.

Os conceitos são o do Enade, que considera o desempenho de ingressantes e concluintes nos cursos, e o IDD (Indicador de Diferença Entre os Desempenhos Observado e Esperado), que avalia o quanto de conhecimento os cursos agregam aos alunos.

RIO GRANDE DO NORTE

Depois de tantos resultados negativos, recebemos uma boa notícia para a educação do Rio Grande do Norte, mas no ensino superior.

O nosso estado foi o que obteve o maior número de cursos com percentual de 4 e 5 no ENADE 2006 (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes)

O estado que obteve a pior avaliação nesse conceito foi Alagoas, com 80% dos alunos com notas 1 e 2. O RN obteve 38,8% de avaliações 4 e 5 (os percentuais mais altos)

[História] CAMBOJA

Crânios no campo de extermínio Choeung Ek em Phnm Penh, capital de Camboja. Os juízes nacionais e estrangeiros tentam reduzir as diferenças, para estabelecer um tribunal internacional apoiado pela ONU, que julgarão o genocídio feitos pelos líderes de Jemeres Vermelho. O regime matou mais de 1,7 milhão pessoas.

FRASE


“Eu aprendi, nesse período todo, que pobre de quem faz o julgamento de uma pessoa por uma matéria. Essas coisas têm que ter um processo, uma investigação, uma chance para aqueles que são acusados de prestarem explicações. Porque senão estaremos banindo do país uma conquista que foi nossa”, comentou o presidente Lula, referindo-se ao texto de “Veja” contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

EXPLICAÇÃO DE RENAN CALHEIROS


Matéria do Jornal do Brasil de hoje, revela dados assustadores sobre o aborto.

Leia:

"Um estudo divulgado ontem pela Federação Internacional de Planejamento Familiar veio dar mais munição ao governo no debate sobre a legalização do aborto no país. De acordo com o relatório, 70 mil mulheres morrem a cada ano por causa de complicações decorrentes de abortos. Nenhuma dessas mortes ocorreu em países onde o procedimento é legalizado, afirma a diretora da federação, Carmem Barroso."

[Brasil ] País perde R$ 26,2 bilhões com corrupção por ano

Um estudo realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) revela que o custo médio anual da corrupção para o Brasil, em valores correntes de 2005, é de R$ 26,2 bilhões, valor equivalente a 1,35% do Produto Interno Bruto (PIB). A quantia é superior ao orçamento de sete ministérios para este ano.


Somados, os gastos previstos para 2007 dos ministérios das Cidades, Cultura, Desenvolvimento Agrário, Esporte, Meio Ambiente, Transportes e Turismo são de R$ 25,5 bilhões, isto é, R$ 700 milhões a menos que os prejuízos anuais com corrupção. O dinheiro perdido com o crime também é quase igual ao orçamento da Pasta da Educação para este ano, que é de R$ 27,6 bilhões.
Contas

MANCHETES DE JORNAIS DE HOJE

Estado de S.Paulo:
Receita devassa contas de 60 envolvidos no escândalo

Jornal da Tarde:
Acaba a farra das liminares para os bingos

Folha de S.Paulo:
STF decide que só União autoriza bingos

Jornal do Brasil (RJ):
Cartéis sangram o país em até R$ 40 bi

O Globo (RJ):
País perde R$ 40 bi com obras superfaturadas

Correio Braziliense (DF):
Abin já vigiava as contas de Rondeau

Estado de Minas (MG):
Justiça quebra sigilo da Operação Navalha


Diário Catarinense (SC):
Relatórios revelam como a PF montou a Operação Moeda Verde

Correio Popular (Campinas/SP):
Câmara ignora pressão e aprova plano de cargos

Correrio do Povo (RS):
Supremo aprova súmulas para desafogar tribunais

Zero Hora (RS)
STF proíbe Estados de liberar bingos

Gazeta do Povo (PR):
Setor de alimentos faz PR liderar emprego industrial

Gazeta Mercantil (SP):
Brasil é líder na A. Latina em sustentabilidade

Valor Econoômico (SP):
Governo prepara abertura de terras indígenas à mineração

quarta-feira, 30 de maio de 2007

BOM DIA !


PARA O SEU FILHO LER

Um exemplo do tipo de mentalidade referida na nota abaixo aparece na edição deste sábado do jornal Zero Hora. A seção “Para o seu filho ler” explica assim o que é o imposto e para que serve:

“Imposto é um dinheiro que todas as pessoas têm que pagar para o governo cada vez que compram alguma coisa ou vão pegar o salário no banco. O governo, então, junta esse dinheiro que é dado por todas as pessoas do Brasil e promete que vai usar isso para melhorar os hospitais, as estradas, as escolas, por exemplo. Mas as pessoas reclamam que o imposto faz as coisas que elas compram ficarem muito caras. Se o seu pai, por exemplo, não tivesse que pagar imposto quando compra comida para sua casa ou roupas para você usar, sobraria mais dinheiro no final do mês”.

E há quem diga que a tese do Estado mínimo perdeu força. Na verdade, o texto nem abraça tal tese, mas sim a do Estado inexistente. Em primeiro lugar, impostos não são pagos para o governo, mas sim para o Estado. Pode parecer uma filigrana, mas não é. As pessoas pagam impostos para que possa existir algo chamado Estado, para que possam existir serviços públicos e bens públicos. Tampouco é verdade que todas as pessoas pagam imposto no Brasil. Os maiores índices de sonegação encontram-se justamente nas camadas com maior poder aquisitivo. Se há distorções e desvios na destinação dos impostos, cabe à população organizar-se, participar da vida política do país e corrigi-los.

Imposto significa escolas públicas, segurança pública, saúde pública...Se a vida em sociedade está ruim com a existência de impostos, como seria sem eles? Em primeiro lugar, não haveria sociedade, nem Estado, nem República. E, aparentemente, a vida não está tão ruim assim como sugere a nota infantil de ZH. Ao lado dela, um grande anúncio preenche a página 18 do jornal afirmando: “Está muito fácil ter o seu Chevrolet”. Todos à revendedora Chevrolet, portanto. Imagine se não tivéssemos que pagar imposto na hora de comprar comida ou roupas. Já poderíamos todos estar com uma coleção de Chevrolets na garagem. A vida é dura...

CRISE NA EDUCAÇÃO

Estamos no mês de maio quando já se encaminha o final do primeiro semestre, e ainda existem escolas faltando professores e funcionários . Há registros de escolas estaduais que até agora não têm quadros, nem giz, muito menos material de expediente e limpeza. Nos primeiros dias do ano letivo, muitas crianças deixaram de ir para a aula porque o governo não estava pagando aos municípios a sua parte nas verbas do transporte escolar. Só depois que a mídia passou a mostrar a falta de compromisso é que a situação foi amenizada, mas hoje, os jornais já trazem notícias,sobre uma possível paralização dos transportes escolares por falta de pagamento, na cidade de Alexandria.

Justiça só deveria valer para 130 milhões de “Angélicas”

Para a elite brasileira, a justiça só deveria ser aplicada contra as 130 milhões de “Angélicas”(pretos,pobres e putas) do Brasil. E sempre com o intuito de punir, banir e sacrificar, jamais o de julgar com decência.

Angélica Aparecida de Souza Teodoro, jovem negra, moradora da periferia da metrópole, mãe precoce desde os 16 anos, desempregada, filha de pais pobres e negros, abandonada da escola, excluída da sociedade, indefesa, seqüestrada no direito de ter futuro e desamparada pela Justiça.

Em 16 de novembro de 2005, aos 18 anos, Angélica foi encarcerada numa cela fétida do Cadeião Pinheiros, na capital paulista, juntamente com outras mulheres acusadas de cometimento de variados tipos de crimes. O motivo do encarceramento foi a tentativa de furto de um pote de margarina de valor de R$ 3,20, ocorrida num mercadinho próximo à sua casa. Esse tenebroso crime, sofisticado com o ocultamento da margarina dentro do boné que usava, foi cometido num momento de desespero, pois, segundo suas próprias palavras, “não agüentava ver o filho de dois anos passar fome”.

Angélica sofreu um julgamento célere na 23ª Vara Criminal de São Paulo, sendo condenada a quatro anos de prisão em regime fechado. Teve três habeas corpus negados pelo Tribunal de Justiça de SP [observe-se que a palavra “negados”, neste preciso contexto, parece etimológica e racistamente significar “prôs nêgos”]. Por isso, ficou presa durante 128 dias, só sendo libertada em 23 de março de 2006 depois da obtenção de um habeas corpus junto ao STJ.

Entre o pedido e a concessão do habeas corpus a Angélica, transcorreram sete dias de árduos trabalhos do STJ. Bem diferente, portanto, da agilidade daquele Tribunal em conceder liberdade a juízes, empresários e políticos brancos, endinheirados, influentes, bem relacionados nas esferas do poder, assaltantes de dinheiro público e implicados pelas operações Anaconda, Furacão e Navalha da Polícia Federal.

De qualquer modo, Angélica “reconquistou a liberdade” em 23 de março de 2006, mas em função do grave crime cometido, passaria a cumprir prisão em regime semi-aberto, tendo o dia para trabalhar e a noite a ser dormida na prisão!

A história de Angélica é a história de 130 milhões de brasileiras e brasileiros desvalidos e desamparados por razões étnicas, sociais, econômicas, escolares, raciais, de gênero ou de gerações. É a história daqueles que, em modo perverso, constituem a verdadeira República sem privilégios, favorecimentos, jeitinhos e apadrinhamentos.

Faltaram, no caso de Angélica, manifestações loquazes e insurgentes de políticos, magistrados e doutos contra a injustiça cometida. Manifestações com a mesma contundência hoje feitas por políticos, magistrados e doutos combatendo o trabalho republicano da Polícia Federal. Não atacam a PF em vão. Sabem que fazem-no com segundas intenções de desmoralizar e interditar o trabalho da instituição, pois quem determina ou relaxa prisões é o Judiciário. A polícia cumpre o que a Constituição manda: investiga, produz provas e indícios e remete ao Judiciário para julgamento.

O Brasil arcaico e patrimonialista ainda tem uma elite privilegiada ocupando o miolo do poder de Estado e que esperneia contra o esforço de modernização e republicanização do país. Esta elite que reluta ferozmente contra toda e qualquer ameaça aos interesses e privilégios acumulados. Protege-se numa genuína solidariedade de classe e espírito de corpo. Para essa elite, a Justiça só pode ser aplicada nos da classe de baixo, quando for para criminalizar e condenar 130 milhões de “Angélicas”. Uma elite que se considera intocável, insuscetível à Lei de Todos.
por J.mila

INJUSTIÇA

Polícia só pode atuar “contra preto, pobre e puta”.

Alberto Toron, advogado de um dos réus incriminados pela operação Navalha, considera um “escracho” o trabalho da Polícia Federal, pois segundo ele, “o que se fazia antes contra preto, pobre e puta”, agora é feito contra seus clientes: brancos, ricos e apaniguados do poder.

O jurista Dalmo Dallari, ao contrário, considera injustas as críticas à PF, e diz que “quando a polícia ficava prendendo pobres, ninguém via ilegalidades”.

Distância entre Nordeste e Sudeste cai 17%

A distância entre a região Nordeste e a Sudeste em termos sociais caiu 17% de 1995 a 2005, aponta o Índice de Desenvolvimento Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (IDS-BNDES) divulgado dia 24. A região foi a que mais evoluiu proporcionalmente no período. Ainda segundo o índice, o Centro-Oeste se aproximou do Sul e do Sudeste em desenvolvimento social.

POLÍCIA FEDERAL


A Polícia Federal, no Governo Lula, e sob a liderança do Dr. Paulo Lacerda se tornou uma polícia republicana..

Isso significa que ela investiga crimes de ricos e pobres, em todos os segmentos políticos..

É por isso que os políticos conservadores e a mídia conservadora (e golpista) estão preocupados com os “excessos” da Polícia (Republicana) Federal..

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgilio, aquele que disse que ia dar uma surra no Presidente Lula e teve um “excesso” de 5% dos votos para governador do Amazonas, disse da tribuna do Senado, nesta segunda feira, dia 28, que a Polícia (Republicana) Federal ameaça instalar um “estado policial” no Brasil..

O senador, provavelmente, não sabe o que é “Estado” nem “estado policial”. Nem o que é Polícia Republicana.. A Policia (Republicana) Federal se reinventou..

Ela é uma prova de que o Brasil mudou, depois dos oito anos de FHC, o Farol de Alexandria..

A Polícia Federal agora não é só Republicana, como passou a trabalhar..

Antes, sob as luzes do Farol, a PF trabalhava pouco e o fato mais notável que realizou foi uma operação para destruir a candidatura de Roseana Sarney a presidente e eleger José Serra..

Ao fim da operação, um delegado da PF mandou um xérox ao Palácio da Alvorada que dizia “missão cumprida”..

A Polícia (Republicana) Federal trabalha ao lado do Ministério Público e da Justiça que autoriza o que ela pede, quando considera razoável: grampear e prender, por exemplo..

A Polícia Federal não decide sobre prisões nem grampos. A Justiça manda prender e grampear e a Polícia Federal prende e coloca grampos..

Portanto, quando se fala em “excessos” da Polícia Federal, é bom incluir entre os que cometem “excessos” o Ministério Público e a Justiça..

Paulo Henrique Amorim

META DO TSE É REDUZIR GASTOS NA PRÓXIMA ELEIÇÃO

Reunidos em Brasília, na última quinta-feira, os secretários de Tecnologia da Informação da Justiça Eleitoral de todo o país debateram os preparativos das eleições municipais de 2008. Na abertura do encontro, o diretor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Athayde Fontoura Filho, reafirmou a meta de reduzir o custo do próximo pleito em 30% em relação às eleições presidenciais de 2006, que custaram cerca de R$ 440 milhões.

MINISTRO DA EDUCAÇÃO VISITARÁ O RN

O ministro da Educação, Fernando Haddad, visitará o Rio Grande do Norte no próximo mês( dia 19), onde cumprirá a uma série de compromissos agendados na região nordeste. A visita teve início com uma visita à Bahia no último dia 9, em seguida foi ao Ceará com o objetivo de integrar os municípios às metas do programa Brasil Alfabetizado. Antes de cumprir agenda no Rio Grande do Norte, Haddad fará visita administrativa no dia 13 de junho no estado do Maranhão. Já no dia 26 próximo, o Ministro estará em Pernambuco. No estado do Piauí o ministro lançou ontem o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Haddad tem viajado pelo país para divulgar o Plano, na chamada Caravana da Educação.

terça-feira, 29 de maio de 2007

Injustiça na eleição da Miss Universo.


Candidata Brasileira Natália Guimarães, a mais bela ficou em segundo lugar no concurso.Riyo Mori, do Japão, levou o título.
Resultado Injusto!!!

CONTROLE DA NATALIDADE

Nos países mulçumanos, para combater os inimigos, uma das estratégias é estimular a formação de famílias numerosas, proliferando-se como coelhos. Lá, os filhos são treinados para guerrear; no Brasil, as famílias mais numerosas são as mais pobres, que enfrentam outra guerra: muitos desses filhos, ou morrem vitimados pela violência ou são cooptados pelo tráfico. Bolsa-família sem políticas de desenvolvimento e geração de renda não vence a pobreza. Concordo com o ministro Temporão (O melhor do govrno Lula) quando ele defende o aumento de investimentos para ter o controle da natalidade.

ELEIÇÕES

Do deputado Henrique Alves: "Apoio do PMDB a Lula terá influência nas eleições no RN"

Pego carona no Jornal de Natal e publico aqui , declarações importantes do deputado federal Henrique Alves , sobre o apoio do PMDB a Lula e a influência que tal aliança terá nas eleições do nosso estado.

Por Ivo Freire

O deputado Henrique Eduardo, líder do PMDB na Câmara Federal, entende que o apoio do seu partido ao governo do presidente da República Lula da Silva, PT, é um fato novo que influenciará nas eleições de 2010 no Rio Grande do Norte. Henrique, entretanto, assegura que um possível entendimento político com a governadora Wilma de Faria, líder do PSB e a mais importante aliada do Governo Federal no Estado, está condicionado à decisão das bases políticas do seu partido e não à vontade do presidente Lula, do senador Garibaldi Filho ou dele próprio. "Para tomarmos um posicionamento temos que ouvir e acompanhar os que fazem o dia-a-dia do PMDB", ressalta o parlamentar, garantindo desconhecer qualquer tipo de articulação, partindo do PMDB, no sentido de uma aliança com a governadora.

Afirmando que o PMDB "só será forte com a união de todos", Henrique Eduardo diz acreditar na manutenção da coligação com o DEM, ex-PFL, partido liderado no Estado pelo senador José Agripino. Ele, contudo, considera um complicador para a continuidade desta aliança as diferenças entre os discursos dos dois partidos - DEM e PMDB - com relação ao Governo Federal. "Nós, do PMDB teremos um discurso muito forte favorável a Lula. Isto por que a administração federal executará obras importantes para o Rio Grande do Norte como a transposição de águas do rio São Francisco para o semi-árido nordestino que começa dia 30 de junho quando o Exército iniciará o trabalho. Será uma obra que beneficiará 12 milhões de pessoas com um custo de 4,5 bilhões de reais, além do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante", lembra o parlamentar.

Ainda sobre o aeroporto de São Gonçalo, Henrique Eduardo diz existir uma certa preocupação porque a obra, segundo ele, depende de um estudo de viabilidade econômico/financeira que condiciona a conclusão do aeroporto ao projeto de instalação de área de livre comércio.

Embora Henrique Eduardo cogite a manutenção da aliança com o DEM, a ressalva que faz às posições divergentes no plano nacional das duas legendas pode levar o PMDB a um novo caminho no plano local que já é sinalizado pelo senador Garibaldi Filho. Garibaldi disse na convenção do PMDB de Parnamirim, neste domingo, que "o partido precisa firmar alianças coerentes para 2008". Por coerência não se pode entender que venha a continuar ao lado do DEM, quando o presidente estadual dos Democratas e líder da legenda no Senado, José Agripino faz dura oposição à administração do presidente Lula da Silva.

RABINO É CONDENADO A 100 HORAS DE SERVIÇO SOCIAL


O juiz Mark Eissey, do condado de Palm Beach, no Estado americano da Flórida, aceitou o acordo costurado há um mês entre o advogado de Henry Sobel, Marc Shiner, e a promotoria do condado. Segundo o advogado, seu cliente, Sobel, cumprirá 100 horas de trabalhos voluntários no Brasil e passará por uma avaliação e, se necessário, por um tratamento psicológico.

BOM DIA !


[Mossoró] Protesto Pró-Aborto


As igrejas e escolas católicas da cidade foram pichadas com frases exigindo a legalização do aborto. Bispo Dom Mariano Manzana diz que lamenta episódio.

"Sem dúvida é um episódio lamentável. Porque é um espaço reservado da igreja. Eu entendo que tem pessoas que têm o ponto de vista diferente do adotado pela igreja, e nós as respeitamos. A igreja continua afirmando com toda força e com todo o amor que é a favor da vida. A vida é sagrada e pertence somente a Deus, desde o seu início até o final. Por isso há um grande movimento que considera o feto parte da mulher", afirma o Bispo.
Informações da Tribuna

Educação

O dossiê Qualidade da Educação, publicado pelo Estadão , é um dos melhores nos últimos anos sobre o assunto. É triste que esta discussão fique “entre quatro paredes”, pois um ótimo caderno como esse mereceria ser comentado em todos os cantos. São doze páginas com muita informação e comentários interessantes que me deixaram ruminando o assunto durante vinte dias. Não quero aqui resumir a matéria, pois seria impossível, devido à amplitude e à qualidade dos textos. Só lendo mesmo e guardando com carinho para conferir as mudanças (ou não...) dentro de algum tempo.

Tenho criticado a grande mídia, mas desta vez me surpreendi positivamente. Tomara que O Estado venha a mostrar o mesmo empenho na abordagem dos problemas pontuais do ensino público, no que tem “estado” bem ausente...

Vou apenas dar uma idéia do que achei interessante no caderno, dentro do meu ponto de vista de mãe de ex-alunos de escolas públicas, que sentiu na pele os problemas estruturais da rede e continua recebendo as mesmas denúncias de pais e alunos do País inteiro.

Apesar dos elogios, vou começar com uma crítica ao dossiê, que passou por cima de um ponto muito importante. O conceito de que o Brasil conseguiu universalizar o acesso à escola não está correto. Podem ter havido melhoras extraordinárias, mas o País ainda está longe de oferecer vagas para todas as crianças e principalmente para os adolescentes. Existe uma grande manipulação das vagas escolares por diretores de escolas, políticos etc., principalmente em municípios menores, mas também nas periferias dos grandes centros, que impedem a milhares de alunos o acesso e principalmente a permanência à escola pública próxima de sua residência. Pode não parecer, mas isto afeta enormemente a aprendizagem. Uma criança obrigada a andar durante dois quilômetros na ida e dois na volta, muitas vezes sem alimentação adequada, rende muito pouco na escola, se é que não abandona os estudos. Este é um dos fatores do grave fenômeno da evasão escolar.Além disto, muitas escolas negam vagas aos alunos repetentes, com a alegação de que “nesta escola só estuda quem estiver a fim de”...

Outro problema sério, exaustivamente documentado , é a expulsão de alunos pelo Conselho de Escola, uma prática comum em todo o Brasil e que culmina com a exclusão de muitos adolescentes.Já sei que vou receber críticas por estas colocações, pois o assunto é considerado irrelevante. Quem discute educação na sociedade são pessoas de classe média, incluindo professores e diretores de escola, que não dão a mínima para as dificuldades de alunos carentes, excluídos da escola por politicagem ou perversidade. O maior preconceito no Brasil não é contra o negro, o homossexual ou o deficiente, é contra o pobre...

O dossiê do Estadão consegue mostrar a dificuldade de se dar um rumo à educação no Brasil como um todo. E o problema não é o tamanho do país ou as diferenças regionais. O Brasil é um dos poucos países do mundo que, apesar de suas dimensões, tem uma língua compreensível de norte a sul! Muito diferente de pequenos países da Europa, por exemplo, onde o cidadão de uma região não entende o dialeto da região vizinha. Por que tanta dificuldade em ensinar a ler e escrever para as crianças brasileiras, que entendem tão bem o que se fala e que têm uma vivacidade e inteligência tão evidentes?

Uma das informações importantes desse caderno é que os cursos de pedagogia não ensinam ao professor como dar aula. O antigo curso de magistério foi substituído pela exigência de uma faculdade que não supre a necessidade básica do professor. Só se ensinam teorias. Isto é muito grave e se espera seja corrigido em breve. Os cursos de qualificação de professores, dados pelas redes públicas de ensino, têm se revelado máquinas de jogar dinheiro pra o ralo. Durante quatro anos, o Governo do Estado de São Paulo manteve o programa Teia do Saber para a qualificação de 85.000 professores, o que aparentemente não surtiu efeitos em sala de aula, só serviu aos profissionais, que receberam pontuação para sua carreira...

O Estadão acerta em cheio ao mostrar diversos projetos bem sucedidos, ilhas de excelência onde a qualidade de ensino é uma realidade, muitas vezes em regiões pobres e onde a população é pouco instruída. Outros projetos são desenvolvidos paralelamente ao ensino convencional, com os mesmos professores e nos mesmos ambientes, mas com resultados plenamente satisfatórios. Para bom entendedor, meia palavra basta...

E finalmente a matéria aponta a grande solução para a educação: a informação e a troca de experiências, com critério e competência. Exatamente o que falta! Nenhuma escola procura buscar conhecimentos onde há experiências bem-sucedidas, não há integração nem interesse em trocar informações, mesmo em escolas da mesma rede. Isto tem tudo a ver com a falta de espírito comunitário e o individualismo da nossa sociedade, onde ninguém quer mostrar suas deficiências nem dar o braço a torcer para o vizinho. Por troca de experiências não se entendem intermináveis reuniões e bate-papos regados a cafezinho, bem ao gosto nacional. É o estudo de dados concretos aplicados à realidade, no sentido de encontrar o rumo certo. Já está na hora de implantar uma política educacional que funcione a curto, médio e longo prazo. Uma política que consiga sobreviver após as trocas de governo. O Brasil já perdeu o bonde da “década da educação”, iniciada em 1996 com a nova LDB. Quanto tempo ainda vamos ter que esperar para ver o País cumprindo a meta mínima de alfabetizar as crianças em letras e números?
Giulia At

VENEZUELA







Nenhum político, no Brasil, fez qualquer manifestação contra a nova punhalada de Chávez na democracia.







Elias Fernandes

Elias Fernandes foi recebido pelo governador Iberê Ferreira de Souza e definiu o encontro como "muito saudável" e disse que há um canal aberto com o governo estadual para a realização dos projetos de aproveitamento das águas das barragens de Santa Cruz e Oiticica que pretende irrigar mais de 9 mil hectares. Além disso, o Governo do Estado e o Governo Federal também são parceiros na construção da barragem de Bujari, já licitada, em Nova Cruz.

segunda-feira, 28 de maio de 2007

Amazônia

Podemos Comemorar ?


Só o tempo dirá se merece ser comemorada a redução de 30% da taxa anual de desmatamento da Amazônia, anunciada pelo presidente da República e pela ministra do Meio Ambiente.

Precisamos ser otimistas em nossos esforços, mas, ao discernir sobre o que comemorar, no momento, prefiro ficar com as sábias palavras de Nicola Chiaromonte, citadas por Norberto Bobbio em "De Senectute":

"(...) acredito que, hoje mais do que nunca, o pior inimigo da humanidade é o otimismo, qualquer que seja sua forma. Ele, de fato, equivale pura e simplesmente à recusa de pensar, por medo das conclusões a que poderíamos chegar."







Maconha afeta formação do cérebro

O consumo de maconha pela mãe durante a gravidez pode afetar a formação de neurônios do feto, concluiu um estudo de uma equipe internacional de cientistas. O grupo investigou como o desenvolvimento do cérebro é afetado por endocanabinóides – compostos produzidos no próprio sistema nervoso que ativam os mesmos receptores que o princípio ativo da maconha. Para isso, a equipe de Tibor Harkany, do Instituto Karolinska (Suécia), realizou experimentos com roedores e com células de um sapo sul-africano em cultura. Os resultados, publicados esta semana na revista Science , mostram que os endocanabinóides (cujos receptores são identificados em verde na imagem) guiam os axônios (em azul) dos neurônios recém-formados e ajudam-nos a estabelecer sinapses. Por isso, a exposição à maconha poderia atrapalhar a formação normal do sistema nervoso central do feto e levar a um déficit cognitivo permanente.

Ciência Hoje

AIRTON SENNA

Mais de 3,5 milhões de pessoas do mundo todo já votaram numa enquete do site do jornal "Corriere de la Sera", da Itália, para escolher o melhor piloto de todos os tempos.


O nosso Senna disparou. Tinha ontem 65,4% dos votos, contra 31,3% do alemão Shumacher, 2,4% do argentino Juan Manuel Fangio e 0,9% do francês Alain Prost.

Gaiatice

O dono desta Brasília, de Resende, no sul do Estado do Rio, transformou seu carro numa gaiatice ambulante. Repara só no adesivo.


Foto: Celso Dutra Moura

Cultura e política

No Japão acusado de corrupção se mata

Há alguns anos um dos ministros da Economia da França, na era Mitterand, acusado de ter recebido um apartamento de presente de um empresário, suicidou-se com um tiro na cabeça. Agora o ministro da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão, acusado de desviar dinheiro público, pôs fim à própria vida enforcando-se. Aqui no Brasil, diante de situações semelhantes, os ministros se demitem de seus cargos e, às vezes, são até defendidos pelo presidente da República.


Mas esta não é a única diferença na cultura política brasileira em relação a outros países. A Polícia Federal acaba de concluir uma, das centenas de operações que realizou nos últimos cinco anos, a Navalha, e pediu ao STJ a prisão de 40 pessoas investigadas. A Justiça atendeu, legalmente, ao pedido da Polícia Federal. Integrantes da elite política do país passaram alguns dias na cadeia. Foi o que bastou para que uma saraivada de críticas fossem feitas à Polícia Federal. Foram feitas críticas aos excessos. Que excessos? Se foi tudo feito dentro da lei. Claro, o inquérito, que corre em segredo de Justiça, vazou para a imprensa e foi publicado. Mas não se pode responsabilizar a PF por esse episódio. É o tal negócio, em pleno século XXI, ainda se pratica aquele surrado discurso de "aos amigos tudo, aos adversários os rigores da lei".

CORRUPÇÃO


País perde R$ 1,5 bi ao ano por corrupção

Além dos milhões de reais desviados dos cofres públicos e consumidos em propinas todos os anos, a corrupção custa ao Brasil cerca de R$ 1,5 bilhão por ano em perdas indiretas. Esse é o total de recursos que deixam de ser gerados por causa dos efeitos da corrupção sobre os investimentos, os gastos do governo, a inflação, a educação e a credibilidade do país, segundo cálculos do especialista Axel Dreher, professor do centro de pesquisas de conjuntura do Instituto Econômico Suíço. Com esse dinheiro, o governo federal poderia tapar os buracos de 4 mil quilômetros de estradas.


De acordo com os cálculos de Dreher, o Brasil perde por ano, em média, 0,08% do PIB por causa de custos indiretos da corrupção (em valores de 2006, US$ 715 milhões). Em PIB per capita, o País deixa de ganhar US$ 270 todos os anos.


“A corrupção leva à queda do investimento estrangeiro direto, as elites cleptocratas ganham renda à custa de uma possível redução da pobreza, e enquanto os efeitos no volume de investimentos do governo não são claros, há uma evidente perda de qualidade nesses investimentos”, diz Dreher, autor de outros estudos sobre o impacto da corrupção na expectativa de vida, escolaridade, investimento, gastos do governo e inflação. Para a pesquisa, ele considerou índices de corrupção entre 1984 e 2006 e calculou as perdas todo ano em que o país supera a média mundial.


Segundo Daniel Kaufman, diretor do Instituto Banco Mundial e um estudioso do assunto, não há sinais de que a corrupção tenha diminuído no Brasil nos últimos dez anos, embora haja melhoras pontuais, como em telefonia e energia.


“Há muitos países com índices de corrupção piores do que o Brasil”, diz Kaufman. “Mas dado o status de potência do País na região e no mundo, os brasileiros deveriam se esforçar para entrar também na liga dos países poderosos que têm boa governança e combatem a corrupção.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

CORRUPÇÃO

Em 4 anos, PF prendeu quase cem políticos

Do G1

Desde 2003, pelo menos 95 políticos foram presos pela Polícia Federal em operações ou ações isoladas. Dos detidos, 60 estavam no exercício do mandato quando foram presos. Atualmente, a maioria está livre. O G1 consultou as 351 operações realizadas entre junho de 2003 e maio deste ano – período em que a PF coloca disponíveis as informações na internet. Foram considerados tanto políticos que exerciam mandato no momento da prisão quanto aqueles que já haviam ocupado cargos eletivos em outras ocasiões. O levantamento localizou 28 operações que acusaram políticos, a maioria referente a questões administrativas, como fraude em licitações e desvio de verbas públicas.

domingo, 27 de maio de 2007

A BANDEIRINHA NO ALVO


O blog, bolas nas costas, bota pilha na dolorida galera alvinegra, e oferece aos torcedores um alvo com a foto da bandeirinha-bonitona Ana Paula Oliveira para torpedeá-la com clipes.


O texto que vem junto é show de bola:

"Como o Bola nas Costas não quer que nenhum botafoguense saia correndo atrás da bandeirinha Ana Paula pela rua, bolamos uma forma dos alvinegros se vingarem pelos impedimentos que a auxiliar marcou erradamente contra o botafogo: basta um clip e um elástico! Baixe o pdf e afie a pontaria!"

FONTE : A.G

BOM DIA !


CURTAS DO BLOG

OPOSIÇÃO EM DECLÍNIO

A oposição ao Presidente Lula está repensando os seus rumos. Vários líderes oposicionistas consideram que o fundamental é definir um rumo seja lá qual for, se mantiverem as atuais posições vão cai no esquecimento.
Enquanto a oposição não se acerta o governo vai ditando a pauta do momento.

FALTA MATADOURO EM NATAL

Como qualquer cidadezinha do interior, Natal, a capital do Rio Grande do Norte, que estaria se credenciando a ser uma das sedes brasileira da Copa do Mundo de 2014, não tem um abatedouro.

Isto significa dizer que a população da cidade está consumindo carne clandestina. Inclusive de animais não abatidos, mas mortos por algum tipo de doença.

Esta assunto foi tratando no jornal Diário de Natal, pelo jornalista Paulo Tarcísio.


A Propósito

O nosso Brasil é um país onde a população cresce quatro vezes em 60 anos, pode dar certo?

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Os índices de aprovação da redução da maioridade em Fortaleza são bastante altos: 93%. É o que aponta a Pesquisa de Opinião Pública realizada pelo Instituto Informa, encomendada pelo jornal Diário do Nordeste. Entre os dias 17 a 22 de maio, foram entrevistadas 599 pessoas em Fortaleza.

FUNDEB

O Senado aprovou terça-feira (22), o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 7/07, proveniente da Medida Provisória (MP) 339/06, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

PROSTITUIÇÃO INFANTIL

RN é campeão de pontos vulneráveis à exploração sexual no NE. O nosso Estado ocupa a quarta posição no Brasil na prática de prostituição infanto-juvenil à beira da estrada.

CARGA TRIBUTÁRIA

A notícia está no jornal Folha de S. Paulo de quinta-feira, mas nós brasileiros sentimos isso no bolso diariamente: cada contribuinte, neste país, trabalha 146 dias de cada ano, mais de um terço de sua vida, só para pagar a carga tributária devida aos três níveis do Executivo - federal, estadual e municipal. A carga aumenta a cada ano, ao contrário dos discursos oficiais. Em apenas dois países europeus, a Suécia e a França, exigem mais impostos de seus cidadãos - só que em troca, oferecem serviços públicos dignos e de altíssima qualidade. Não é o nosso caso, infelizmente. Aqui, pagamos para ver o dinheiro se esvair pelo ralo da corrupção, cada vez mais voraz e desavergonhada.

O PAÍS DA IMPUNIDADE

No Brasil cerca de 50 mil pessoas são mortas anualmente de forma violenta (sem contar outros crimes de extrema gravidade), e somente 10 mil deles são investigados pela polícia – dados fornecidos pela ONU – há uma nítida comprovação de que alguma coisa precisa ser feita, urgentemente, para evitar tamanha impunidade provocada pela ausência da fundamental investigação aos crimes. Depois, é imprescindível uma reforma no atual e ultrapassado Código de Processo Penal, de 1941, que ainda prevê uma série de atos processuais desnecessários, um número acentuado de recursos, quase sempre beneficiando infratores da lei.

ANTICONCEPCIONAL MAIS BARATO

O governo federal vai ampliar a venda de camisinhas e pílulas anticoncepcionais para as 3.500 mil farmácias comerciais credenciadas no Programa Farmácia Popular. A medida, que será anunciada HOJE, faz parte de uma tentativa do governo de ampliar o acesso a métodos anticoncepcionais e, também, informar os brasileiros sobre planejamento familiar. Junto com a distribuição, será anunciada uma campanha publicitária sobre o tema.

CENSURA NA INTERNET CRESCE NO MUNDO TODO

Vinte e sete países de um total de 40 estudados por um conjunto de universidades anglo-saxãs exercem a censura na internet, bloqueando o acesso a informações políticas, religiosas ou culturais, segundo um informe divulgado em Londres. “A censura na internet cresce no mundo inteiro”, constatou num comunicado John Palfrey, professor de direito da Universidade de Harvard.(Fonte/ france press)

OPERAÇÃO NAVALHA

Tarso Genro: "Ninguém tem controle sobre a Polícia Federal"


Para o ministro da Justiça, Tarso Genro (PT), as investigações da Operação Navalha devem ir "até onde for necessário". Em entrevista a revista IstoÉ, o ministro diz que "vai cortar na própria carne" e que "ninguém hoje tem controle sobre a PF". Tarso afirma ainda que a Polícia Federal vai continar algemando - ação que vem sendo criticada por políticos e até pela Ordem dos Advogados do Brasil.

Veja trechos:

"Vai até onde for necessário. A investigação não tem uma orientação determinada pelo governo, e sim pelo Estado, pela lei. Garanto que a Polícia Federal não tem nenhuma orientação política negativa, de evitar investigar tal setor ou tal comunidade política. Mesmo porque essas investigações não são feitas contra os partidos. São feitas em cima de fatos concretos. Por exemplo, essa construtora Gautama.

(...)Se você considera o Estado a própria carne, sim. Se você considera o governo, está provado que sim, que já estamos passando a navalha na própria carne. Se você considera os partidos em geral, a resposta também é sim.

(...) As algemas constituem um símbolo. Um ato de detenção tem que produzir duas garantias de segurança: do prisioneiro e do policial. O que a PF alega para usar algemas em todo mundo? Que é imprevisível a reação de uma pessoa que está sendo aprisionada, mesmo que essa pessoa seja equilibrada.

Às vezes a reação das pessoas cultas pode ser até mais chocante. Um desembargador que é algemado num avião, não o é porque vai atacar o guarda, mas porque pode pular num ato de desespero. Nos EUA, recentemente, um juiz determinou que se retirassem as algemas de um prisioneiro e ele conseguiu pegar o revólver de uma policial e matou algumas pessoas. Portanto, o ideal é que fossem algemadas somente as pessoas violentas, mas é possível exigir do agente que ele corra esse risco? Não conheço nada mais seguro para todos do que algemas.

(...) Ninguém hoje tem controle sobre a PF. A PF faz parte da estrutura do Ministério da Justiça, mas um governo não pode ter o controle de uma polícia; o controle tem que ser do Estado. Um governo não pode orientar as ações da polícia segundo sua visão política. Não pode dizer até onde vai uma investigação e onde pára. Um governo tem que verificar é se os procedimentos efetuados pela polícia são legais".

Leia a íntegra da reportagem aqui.

MANCHETES DE JORNAIS DO NORDESTE

Jornal de Fato- Mossoró

Despoluição do rio não depende só de Mossoró

Gazeta do OESTE- Mossoró

Investigação sobre gangue presa no oeste prossegue

Tribuna do Norte- Natal

Poder de compra cai, mas consumo em 2007 será de R$ 16, 6 BILHÕES

Folha de Pernambuco - Recife

Rua do medo

Jornal do Commercio - Recife

Fiéis rendem graças a frei Damião

Gazeta Alagoas - Maceió

Polícia Federal investiga riqueza suspeita

A Tarde - Salvador

Tentativa de abafar a CPI ganha força em Brasília

Diário do Nordeste - Fortaleza

Ceará dá vexame, é humilhado, e sai vaiado

O Norte - João Pessoa

Eleitores reprovam deputados federais

O Estado do Maranhão - São Luís

Gravações mostram o esquema de corrupção

Diario de Natal - Natal

  • Igrejas são vítimas de assalto e polícia demonstra surpresa

sábado, 26 de maio de 2007

Boa Dia, Cecília Meireles

Ou isto ou aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!
Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma grande pena que não se possa estar
ao mesmo tempo nos dois lugares!
Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.
Ou isto ou aquilo, ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!
Não sei se brinque, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo.
Mas não consegui entender ainda

qual é melhor: se é isto ou aquilo.


[Veja] lobista de empreiteira paga contas de Renan



Há sete dias que o senador Renan Calheiros não faz senão explicar a amizade que o une a Zuleido Veras, dono da Construtora Gautama e estrela da Operação Navalha. Pois uma reportagem da revista Veja (assinantes) desta semana informa que o presidente do Congresso tem vínculos ainda mais estreitos com uma outra empresa, a Mendes Júnior, uma das maiores empreiteiras do país.


Segundo a reportagem de Veja, escrita pelo repórter Policarpo Jr., um lobista da Mendes Júnior, Cláudio Gontijo, exerce em Brasília o inusitado papel de “mantenedor” de Renan Calheiros. Paga-lhe parte das contas. Por exemplo:


• O lobista põe à disposição do presidente do Congresso um flat num dos melhores e mais caros hotéis de Brasília, o Blue Tree. O flat, número 2.018, usado para compromissos que exijam discrição, está em nome de Cláudio Gontijo.


• Gontijo também pagou, até março passado, o aluguel de R$ 4.400 mensais de um apartamento residencial, em Brasília. O imóvel tem quatro quartos e fica em uma área nobre da Capital. Nele morava, até recentemente, a jornalista Mônica Veloso, com quem, segundo a revista, Renan tem uma filha de três anos. No contrato de locação, o lobista assina como fiador.


• Gontijo também pagava R$ 12 mil mensais de pensão para a filha do senador com a jornalista. A pensão foi bancada pelo lobista da Mendes Jr. de janeiro de 2004 a dezembro do ano passado.


• O lobista, de resto, ajuda nas campanhas do senador Renan Calheiros e nas de sua família. Já ajudou o próprio senador, seu filho e seu irmão. Levantaram-se detalhes dos repasses que, a pedido de Renan, o lobista da empreiteira fazia para Mônica Veloso: “Todos os meses, a jornalista ia ao escritório da Mendes Júnior, no 11º andar do Edifício OAB, situado na Asa Sul, onde pegava um envelope branco, timbrado, com o endereço, os telefones e o nome de Cláudio Gontijo. O envelope era identificado com suas iniciais – MV. Dentro havia sempre R$ 16.500. Era o aluguel mais a pensão de R$ 12 mil para a criança.”


Ouvida, a Mendes Júnior diz que isso tudo é "questão pessoal" de Gontijo. Alegou desconhecer os pagamentos. Mônica Veloso preferiu não se manifestar. O lobista reconheceu que conhece o presidente do Congresso. "Ele é meu amigo, nada mais". Admite que entregava dinheiro para quitar as despesas de Mônica Veloso. Diz, porém, que os recursos não eram nem dele da empreiteira. De quem era? "Só posso dizer que não era meu."

Procurado por Veja, Renan Calheiros disse: "O dinheiro era meu", afirmou. Se era assim, por que o lobista fazia a intermediação? O presidente do Congresso afirmou que não trataria de um tema que se encontra sob segredo de Justiça. Aos pouquinhos o presidente do Senado vai se tornando um personagem obrigatório de uma CPI que, por dever regimental, talvez tenha de instalar. Aliás, embora tenha insinuado, há dois dias, que assinatira o requerimento da comissão, Renan não assinou.

OPERAÇÃO NAVALHA

Alguns jornais de hoje noticiam que no Congresso, esta semana o clima era de velório por causa da operação Navalha, que enjaulou políticos e empreiteiros. Muitos têm medo de serem atingidos.

É como disse certa vez Chico Anísio: "Os cidadãos têm medo do futuro. Os políticos têm medo do passado".

Faz sentido.

O preço do vício

O jornal da globo de ontem,veiculou uma reportagem com dados estarrecedores de uma pesquisa feito recentemente , mostrando que a maioria dos fumantes gastam mais com cigarros do que com o consumo de arroz e feijão.Impressionante!

[Apodi] Professores rejeitam proposta de reajuste

Em assembléia bastante concorrida, realizada, ontem na casa de cultura, os professores municipais decidiram por unanimidade rejeitar a proposta do reajuste de 4,5% oferecido pelo prefeito. Com discursos “inflanmados”, os professores definiram a proposta do poder executivo como “piada” e já solicitaram uma audiência com o executivo no sentido de tentar viabilizar as negociações das propostas da categoria.

Para termos uma idéia de quanto o índice de reajuste oferecido pelo município é baixo, basta lembrarmos que o salário mínimo teve reajuste de 8,75%.

Vale ressaltar que os funcionários em educação não deflagaram greve, mas estão mobilizados,e caso não aconteça o atendimento das reivindicações, sexta-feira, 30 de Maio haverá uma parada de advertência. A categoria reivindica um reajuste de 29%.

sexta-feira, 25 de maio de 2007

HUMOR


Envelhecimento da população potiguar

Entre tantas informações, o estudo “Tendências Demográficas: uma análise da população com base nos resultados dos Censos Demográficos de 1940 e 2000”, mostra o grau de envelhecimento da população do Rio Grande do Norte nesses 60 anos.

Em 1940, por exemplo, o Rio Grande do Norte tinha 768.018 habitantes (menos do que tem hoje Natal), dos quais 325.438 (42,3%) na faixa etária até 14 anos.

Os que tinham entre 15 e 59 anos eram 406.406 (52,9%). 4,6% tinham mais 60 anos ou mais.

Em 2000 a população era de 2.776.782. O percentual dos que tinham até 14 anos caiu de 42,3% para 31,6%, enquanto os de 15 a 59 anos eram 59,3%.

A participação dos idosos na formação populacional dobrou. Foi de 4,6% para 9,02%.
O RN tinha em 2000 250.594 habitantes com mais de 60 anos.

INFORMAÇÕES DO T.F

PIRATARIA

O JORNAL VALOR ECONÔMICO de hoje publica uma interessante matéria – “Consumo de produtos piratas é cada vez maior” (só para assinantes), no seu caderno EU&FimdeSemana. A matéria mostra que 42% da população brasileira afirma ter comprado produtos piratas ao longo do ano, segundo pesquisa Fecomércio-RJ-Ipsos.

O dado mais curioso da pesquisa, no entanto, é o que mostra as razões do comportamento do consumidor. 42% dos entrevistados, disseram que o principal motivo para não comprar produtos piratas é a "qualidade ruim", apenas 5% disseram que não compram produtos piratas para não prejudicar o comércio formal.

Eu acredito que as armas mais eficazes e eficientes para combater a pirataria, são: A redução de impostos e custos, pois somente campanhas de conscientização sobre o prejuizo causado pela pirataria á economia são insuficientes.

Pergunta Importante

Quais foram os excessos cometidos pela Polícia Federal durante a Operação Navalha?

Para grampear telefones, ela depende de autorização da Justiça - e a obteve.

Para prender, depende de autorização da Justiça. Prendeu 47 pessoas em atendimento a uma ordem da ministra Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça. Queria ter prendido mais, mas a ministra não concordou.

Informações sigilosas vazaram da Polícia Federal? É fato. Como vazaram também por meio de advogados e de políticos.


Bem, todo o excesso da polícia foi esse?

ESTÁ TODO MUNDO A FIM DA CABEÇA DA PF

por Paulo Henrique Amorim

A Operação Furacão já tinha descido ao âmago da corrupção no Brasil: os juízes corruptos.

. Agora, a Operação Navalha mostra um sub-capítulo muito importante da corrupção: o conluio de empreiteiros e políticos para assaltar o Erário.

. Como dizia Leonel Brizola, a Polícia (Republicana) Federal está “costeando o alambrado”.

. As instituições brasileiras – Judiciário, Legislativo e Executivo – talvez não saiam inteiras depois de a Polícia (Republicana) Federal entrar no “alambrado”.

. O Presidente Lula está preocupado, porque a Operação Navalha cortou em todos os partidos (ou quase todos), mas acertou em cheio o PMDB, o partido central da coalizão que o apóia no Congresso.

. É o PMDB de sempre, que desempenhou o mesmo papel altruísta no Governo do Farol de Alexandria.

. Numa assembléia do PMDB, se alguém berrar “olha o rapa !”, vai ser uma grande confusão.

. Por isso, segundo o Ministro Mares Guia, o Presidente Lula teme que a PF tenha mandado prender sem provas.

. Data vênia, Presidente Lula, quem manda prender (como quem manda grampear) é a Justiça.

Presidente Lula defende Renam Calheiros

Do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre as denúncias contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL):


"Eu não vi nenhuma matéria ainda, não li. Conversei com o Renan ontem e anteontem e o Renan está tranqüilo. Eu aprendi, nesse período todo, que pobre de quem fizer julgamento de alguma pessoa por uma matéria, ou seja, essas coisas têm que ter um processo, têm que ter uma investigação. Aqueles que são acusados têm que ter a chance de prestar suas explicações, senão nós estaremos, na verdade, banindo do País uma conquista que foi nossa".

Renam Calheiros nega acusações

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou hoje ,nota em que nega as acusações de que ele recebia dinheiro do seu amigo e lobista da construtora Mendes Júnior, Cláudio Gontijo (leia mais). No texto, Renan reclama da invasão da sua privacidade e diz que as denúncias são fruto de "interesses mesquinhos e inconfessáveis".

Veja trechos da nota:

"Todas as minhas atividades relacionadas ao exercício dos mandatos que me foram honrosamente conferidos pautaram-se pela mais absoluta transparência. Não tenho nada a esconder ou dissimular. As doações efetuadas para minhas campanhas eleitorais foram efetivadas em absoluta conformidade com a lei e constaram das respectivas prestações de contas.É intolerável que de uma turbulência circunscrita à minha mais íntima privacidade se queira extrair ilações desarrazoadas e conclusões perversas".

Universitários do RN têm melhor desempenho no Enade

O Ministério da Educação deve divulgar, na próxima semana, os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que avalia os cursos universitários no Brasil. Dados preliminares apontam que, em São Paulo, que ficou em 16° lugar no ranking nacional, somente 16,2% das universidades tiveram notas máximas (4 e 5). Os estudantes do Rio Grande do Norte tiveram o melhor desempenho.

Segundo confirmação do Inep, o RN aparece como o Estado com maior percentual de escolas (37%) com conceitos 4 e 5. Alagoas aparece no fim da lista, registrando um percentual de 80% das universidades com notas 1 e 2.

São Paulo também não demonstrou boa colocação. Em 16° lugar, os paulistas ficaram atrás, por exemplo, das escolas do Distrito Federal, Bahia, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Roraima, Paraíba, Ceará, Piauí e Rio de Janeiro, que ficou em 6° lugar. A Universidade de São Paulo (USP) e a Unicamp não participaram da prova.Do total de cursos (45) que tiveram nota 5, São Paulo reúne 17,7% delas.

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de medir o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências. O Enade é realizado por amostragem e a participação no Exame constará no histórico escolar do estudante ou, quando for o caso, sua dispensa pelo MEC.

Informações da Tribuna

MANCHETES DOS JORNAIS DO NORDESTE

Tribuna do Norte- Natal
Ladrões agem livremente e assaltados se desesperam

Gazeta do Oeste- Mossoró
PRF apreende 20 kg de maconha

Jornal de Fato- Mossoró
Cosern dá quinze dias para Apamin pagar dívida

O mossoroense
Prefeitura de mossoró Admite recorrer a empréstimo Bancário

Folha de Pernambuco - Recife
Assaltantes de banco na cadeia

Diário de Pernambuco - Recife
A nova pílula

Jornal do Commercio - Recife
Número de mendigos aumenta no Recife

Gazeta alagoas - Maceió
Justiça veta aterro de Maceió em Guaxuma

A Tarde - Salvador

Juiz acusa PF de sabotar investigações na Bahia

Diário do Nordeste - Fortaleza
Descoberto site internacional de pedofilia no Ceará

Diário do Povo - Teresina

Ataque de fúria leva aposentado a matar namorada e se suicidar

O Norte - João Pessoa
Procon autua distribuidoras por preço abusivo do álcool

O Estado do Maranhão - São Luís
Jackson faz festa em São Luís com sobrinhos ainda na prisão

Novo índice do BNDES mostra diminuição da desigualdade regional

. Destaque para a educação - Entre os fatores que foram mais significativos para a evolução do IDS-BNDES destacam-se, no caso do IDS-Educação, o aumento tanto da taxa de alfabetização - de 73,1% para 79,9%, quanto do crescimento da média de anos de estudo - de 5,7 para 7,4 anos. No caso do IDS-Saúde, o aumento da esperança de vida - 3,6 anos - e a expansão da cobertura das redes de água – de 80,5% para 90,1% - e de esgoto - de 48,4% para 56,8%. Já no IDS-Renda, o desempenho medíocre do rendimento per capita a preços de 2005, que decresceu de R$ 509 em 1995 para R$ 493 em 1999, e voltou a subir a partir de 2003, atingindo R$ 531 em 2005.
Consonância com o PAC - Segundo os analistas do BNDES, as diferenças entre regiões, estados e áreas metropolitanas mostram que a intensificação dos investimentos em sistemas de coleta e tratamento de esgoto constitui uma das trajetórias mais eficazes de aceleração do desenvolvimento social brasileiro. Este resultado vai ao encontro da prioridade atribuída ao saneamento tanto no recém divulgado Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) quanto nas políticas do BNDES..
Entenda o IDS - O Índice de Desenvolvimento Social do BNDES (IDS-BNDES), criado pela Secretaria de Assuntos Econômicos do BNDES (SAE), tem como objetivo declarado acompanhar, anualmente, as condições de vida da população do país. O novo índice reúne, em um único indicador, três diferentes dimensões do desenvolvimento social: renda, saúde e educação.. Com este índice, o BNDES pretende tornar mais nítidas as diferenças sociais entre as várias regiões e estados brasileiros. Seus dados estarão sendo disponibilizados desde 1995, para diversos graus de desagregação geográfica: 5 regiões, 26 estados e Distrito Federal, e 9 regiões metropolitanas.. O IDS-BNDES é apurado a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) o que lhe permite a periodicidade anual. Ele calcula os três índices levando em consideração os seguintes indicadores: o IDS-Renda avalia o rendimento médio mensal domiciliar per capita; o IDS-Saúde é composto pela média de três variáveis: a esperança de vida ao nascer, o percentual de domicílios com canalização interna de água, e o percentual de domicílios com rede coletora ou fossa séptica ligada à rede. Já o IDS-Educação é obtido através da média de duas variáveis: taxa de alfabetização e média de anos de estudo da população ocupada.

Fonte: B.LUC

História: 25 de maio de 1940

O casal de cangaceiros

A volante de José Rufino, BA, tocaia e mata o último cangaceiro, Corisco, o Diabo Louro, vingador de Lampião. Sua companheira Dadá é ferida, presa, perde uma perna, mas vive e participa das lutas populares até os anos 80.

Manchetes de alguns Jornais de hoje

O ESTADO DE S. PAULO
Ministério vai apurar se PF cometeu abuso na operação

JORNAL DA TARDE
Alcoolismo custa R$ 1,8 milhão por mês ao Estado

FOLHA DE S.PAULO
Governo reconhece ’excesso’ da PF

JORNAL DO BRASIL (RJ)
Aliança contra PF

O GLOBO (RJ)
Congresso, Judiciário e Lula reclamam de abusos da PF

CORREIO BRAZILIENSE (DF)
Operação abafa entra em ação

GAZETA MERCANTIL (SP)
Dívida de 14 Estados já pode ser aumentada

VALOR ECONÔMICO (SP)
Obra própria puxa demanda de materiais de construção

ESTADO DE MINAS (MG)
Mineiros vêem no tráfico estopim da violência

DIÁRIO CATARINENSE (SC)

Catarinense confirmado como ministro de Minas

CORREIO POPULAR (Campinas/SP)

Polícia já apreendeu 104 mil produtos piratas de camelôs

CORREIO DO POVO (RS)
Reforma política sai do papel

ZERO HORA (RS)
BM monta Operação Cadeado para vigiar acesso de 10 cidades

GAZETA DO POVO (PR)

Políticos queixam-se da PF; Lula pede apuração

quinta-feira, 24 de maio de 2007

BOM DIA


[Vestibular 2008-UERN] Coordenador da comperve informa que vestibular 2008 não terá mudança

Transcrevo na íntegra matéria veiculada pelo jornal O mossoroense, que interessa diretamente aos pré-vestibulandos.

Leia:

Comperve aplica questionário em escolas públicas e privadas


A Comissão Permanente de Vestibular (Comperve), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), finalizou na última terça-feira a aplicação de questionários nas escolas públicas e privadas de Mossoró. Segundo o coordenador do órgão, professor Waldomiro Morais, o objetivo da pesquisa é avaliar todo o Processo Seletivo Vocacionado (PSV). "Queremos saber o que os futuros candidatos e alunos da Universidade acham do nosso vestibular", diz.


O questionário era composto de sete perguntas sobre quais as informações que os alunos tinham a respeito do PSV, se eles já possuíam alguma definição sobre algum curso, se os professores têm costume de trabalhar as provas do concurso em sala de aula e qual o tipo de processo que eles preferem.

A pesquisa foi realizada em 20 escolas da rede pública e 14 escolas da rede privada. "A previsão é aplicar o questionário para 2.500 pessoas. Vamos também levar essa pesquisa para as escolas onde tem os campi avançados da Uern em outras cidades", informa Waldomiro Morais.
Além disso, a Comperve também irá aplicar um questionário para os estudantes dos primeiros períodos dos cursos da Uern. De acordo com Waldomiro Morais, a instituição pretende saber se os alunos têm encontrado alguma dificuldade no curso, o que eles acharam sobre o processo e se foi o melhor que eles já fizeram ou não.

Após a coleta de dados, a Comperve promoverá um seminário, em junho, para divulgar o resultado da pesquisa aos representantes das escolas de Mossoró e repensar, em cima dessa avaliação, as possíveis mudanças no concurso.

O coordenador também informa que a provável mudança do vestibular deste ano está descartada. "Estamos quase no meio do ano e os alunos já começaram a se preparar para o concurso 2008. O ideal seria propor a mudança no início do ano, o que não é mais possível".

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Caraúbas e Apodi entre os maiores devedores de Precatórios

Dos 167 municípios do Rio Grande do Norte, 24 já negociaram para este ano o pagamento de R$ 3,796 milhões em precatórios que devem a funcionários públicos. Segundo informações do (TRT) o maior devedor de precatório é a prefeitura de Caraúbas com R$ 748 mil. Depois vêm as prefeituras de Apodi, com R$ 564,5 mil, negociados em 20 parcelas; São Tomé, R$ 375 mil, em 21 vezes; Extremoz, R$ 369 mil, em 21 vezes; Pedro Avelino, R$ 320 mil, em 22 vezes e Francisco Dantas, R$ 210 mil, em 21 parcelas.

O que são Precatórios

Precatório é um documento expedido por tribunal que comunica ao prefeito , governador ou presidente o reconhecimento judicial de uma dívida da fazenda pública com um cidadão ou entidade. Pela lei, o valor do débito deve ser incluído no orçamento do ano seguinte. Ou seja, se uma pessoa obtém, por meio de uma sentença judicial, o reconhecimento de que a fazenda pública lhe deve algo, essa é a forma legal para que a dívida seja quitada.

Informações da tribuna do Norte

Fernando Mineiro nega que o PT assumirá a Educação

O deputado estadual Fernando Mineiro negou a informação veiculada nessa tarde em um dos jornais vespertinos de Natal dando conta que o Partido dos Trabalhadores assumirá a Secretaria Estadual de Educação.

"De todas as especulações que já ouvi e li na imprensa, essa, com certeza, é a maior. Não existe absolutamente nada de informação sobre isso, nem dentro do PT e nem fora do partido", disse o parlamentar.

O deputado estadual Cláudio Porpino, do PSB, também afirmou não acreditar que irá acontecer qualquer tipo de mudança na Secretaria de Educação, que hoje é ocupada pela professora Ana Cristina Cabral, indicada do deputado federal Rogério Marinho. "Desconheço qualquer mudança na equipe da governadora. Estive com ela hoje, na solenidade da obra da Via Metropolitana, e não houve qualquer conversa sobre isso", afirmou Porpino.

Informação da Tribuna do Norte, modificada por este Blog.

FRASE DO DIA

Esta frase do grande escritor português, é bastante oportuna para refletirmos sobre a prática dos políticos brasileiros.

"No Brasil não há partidos políticos, só grupos interessados no poder"

José Saramargo, escritor português detentor de um prêmio Nobel de Literatura.

[Para Refletir] 1 Coríntios 10, 23-33

Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

Tudo é permitido, mas nem tudo é oportuno. Tudo é permitido, mas nem tudo edifica.Ninguém busque o seu interesse, mas o do próximo.Comei de tudo o que se vende no açougue, sem indagar de coisa alguma por motivo de consciência.Do Senhor é a terra e tudo que ela encerra.Se algum infiel vos convidar e quiserdes ir, comei de tudo o que se vos puser diante sem indagar de coisa alguma por motivo de consciência.Mas se alguém disser: Isto foi sacrificado aos ídolos, não o comais, em atenção àquele que o advertiu e por motivo de consciência.Dizendo consciência, refiro-me não à tua, mas à do outro. Com efeito, por que razão seria regulada a minha liberdade pela consciência alheia?Se eu como com ações de graças, por que serei eu censurado por causa do alimento pelo qual rendo graças?Portanto, quer comais quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.Não vos torneis causa de escândalo, nem para os judeus, nem para os gentios, nem para a Igreja de Deus.Fazei como eu: em todas as circunstâncias procuro agradar a todos. Não busco os meus interesses próprios, mas os interesses dos outros, para que todos sejam salvos.

OPERAÇÃO NAVALHA


[Nordeste] Zona franca no Semi-Árido

Prefeitos querem criar zona franca no Semi-Árido nordestino

A instalação de uma zona franca para o Semi-Árido nordestino foi uma das propostas aprovadas por prefeitos dos nove estados da região, que participaram do terceiro encontro anual promovido pela União Nordestina de Prefeitos (Unep).


Segundo o presidente da entidade, Salomão Gadelha, a idéia é oferecer mecanismos para o desenvolvimento do Semi-Árido, considerado uma das regiões mais pobres do país. A Unep reúne gestores municipais de todo o Nordeste.


"O Semi-Árido tem todas as condições para o funcionamento de uma zona franca, o que resultará não só no desenvolvimento do Nordeste, mas também do Brasil", avaliou. "A China, que está conduzindo o crescimento da economia mundial, possui 167 zonas francas organizadas, daí a invasão de produtos chineses em vários países do mundo. O Brasil só possui uma zona franca, que é a de Manaus".

(informações do Ravoi)

As misérias da política nacional

Editorial de O Estado de S.Paulo, hoje:


"O que menos importa a esta altura dos desdobramentos da Operação Navalha é o destino pessoal do engenheiro Silas Rondeau, o fidelíssimo afilhado político do senador José Sarney, a quem deve a ida para o Ministério de Minas e Energia, numa indicação compartilhada com o atual presidente do Senado, Renan Calheiros. O mais graduado suspeito, no âmbito do Executivo, de participar da máfia tentacular identificada pela Polícia Federal, Rondeau teria recebido da Construtora Gautama, do agora notório Zuleido Veras, propina de R$ 100 mil por tê-la ajudado a vencer uma licitação viciada no programa Luz para Todos. O seu afastamento do cargo era previsível desde a primeira hora, apesar das suas juras de inocência em relação a ambas as acusações." Leia mais

PENSAMENTO DO DIA


Bom dia , Fernando Pessoa


Acho tão Natural que não se Pense


Acho tão natural que não se pense
Que me ponho a rir às vezes, sozinho,
Não sei bem de quê, mas é de qualquer cousa
Que tem que ver com haver gente que pensa ...
Que pensará o meu muro da minha sombra?
Pergunto-me às vezes isto até dar por mim
A perguntar-me cousas. . .
E então desagrado-me, e incomodo-me
Como se desse por mim com um pé dormente. . .

Que pensará isto de aquilo?
Nada pensa nada.
Terá a terra consciência das pedras e plantas que tem?
Se ela a tiver, que a tenha...
Que me importa isso a mim?
Se eu pensasse nessas cousas,
Deixaria de ver as árvores e as plantas
E deixava de ver a Terra,
Para ver só os meus pensamentos ...
Entristecia e ficava às escuras.
E assim, sem pensar tenho a Terra e o Céu.

Manchetes de Jornais de hoje

O mossoroense- Mossoró
SEGUNDO DIA DE APREENSÃO DE DROGAS NO AEROPORTO AUGUSTO SEVERO


Gazeta do Oeste- Mossoró
PFapreende dez quilos de cocaína


Jornal de Fato- Mossoró
Câmara discute cidade Junina


Tribuna do Norte- Natal
Câmara aprova PDN e procuradoria sugere vetos

Folha de Pernambuco - Recife

Navalha derruba ministro de Lula

Jornal do Commercio - Recife
Aluno baleado em assalto na Rural

Diario de Pernambuco - Recife
Denúncia de propina derruba ministro

A tarde - Salvador
Denúncia de propina derruba ministro

O Povo - Fortaleza
Multa inibe motoristas

Gazeta de Alagoas - Maceió
Téo nega ligação com esquema

O Norte - João Pessoa
Estudante se nega a entregar celular e é morta por bandido

Diário de Natal
MP acionará polícia contra prostituição infantil no RN

Diário do Povo - Teresina
Motos leves em rodovia são senha para a morte

O Estado do Maranhão - São LuísZé
Reinaldo e Jackson fizeram "caixa rápido" para empreiteira

Prefeitos querem prorrogar mandatos e eleição única

Os atuais prefeitos, vices-prefeitos e vereadores de todo o país poderão ter seus mandatos prorrogados em dois anos para coincidir com a campanha presidencial de 2010. Sob o argumento de que a unificação das duas eleições traria redução de gastos para os cofres públicos, o deputado federal Flávio Dino (PcdoB/MA) defendeu ontem, durante o 3º Encontro Nordestino de Prefeitos, no Mar Hotel, em Boa Viagem, a Proposta de Emenda Constitucional 6/2007, de sua autoria. Em vez de o país se preparar para a campanha de 2008, os brasileiras só iriam às urnas em 2010 para votar de uma só vez desde o candidato a vereador ao presidente da República.

A partir daquela data, as eleições ocorreriam de quatro em quatro anos e não de dois em dois como é atualmente. Segundo o parlamentar, é necessário reconstruir o calendário eleitoral, já que uma eleição custa em média R$ 1 bilhão aos cofres públicos. Flávio Dino disse que há quem estime os gastos em R$ 2 a R$ 3 bilhões. 'O financiamento público é de R$ 7,00 por eleitor a cada pleito. Essa é proposta que está tramitando na Câmara. Se multiplicarmos os R$ 7,00 por 120 milhões de eleitores teremos R$ 840 milhões para se dividir entre os partidos e financiar as campanhas. Se fizermos isso a cada dois anos, teremos um gasto de R$ 840 milhões e mais os gastos da Justiça Eleitoral', contabilizou.

Diário

Três governadores do PT citados na Operação Navalha

Três governadores do PT são citados por integrantes da quadrilha investigada pela Operação Navalha. Wellington Dias (PI) é citado por um dos presos como participante de reuniões nas quais foram discutidas duas obras no Piauí cujas licitações teriam sido direcionadas para a Gautama, apontada como a cabeça do esquema.


Além de Dias, aparecem nas gravações telefônicas que fazem parte do inquérito sigiloso tocado pela Polícia Federal os governadores Jaques Wagner (BA), descrito em diálogos como conhecido de Zuleido Veras, dono da Gautama, e Marcelo Déda (SE), que teria recebido pleitos do esquema por meio do vice, Belivaldo Chagas (PSB).


As menções aos três governadores são tratadas de forma lateral nos relatórios de inteligência da PF. Isso porque, apesar dos diálogos, a PF não reúne indícios de que os governadores participaram ou tiveram conhecimento de atitudes ilícitas. (Informações da Folha de S. Paulo)

[Apodi] Próxima reunião do polo costa branca será em Apodi

Confirmado para o dia 22 de junho a próxima reunião do Conselho de Turismo do Pólo Costa Branca, na cidade de Apodi. A informação é do presidente da Associação dos Municípios da Região da Costa Branca (Amucosta) e prefeito de Areia Branca, Manoel Cunha Neto, "Souza" (PP), adiantando que o município é o mais integrante do pólo, pois teve seu nome aclamado para fazer parte do Conselho, durante o encontro realizado no último dia 4, no Hotel Costa Atlântico, na praia de Upanema, em Areia Branca.
OM

Fábio Faria

O Deputado Federal Fábio Faria, o mais votado do Rio Grande do Norte, foi citado na Revista Veja desta semana, como sendo mais uma celebridade instantânea na política nacional. O parlamentar norteriograndense foi apontado como sendo o novo "namoradinho" da modelo e apresentadora Adriane Galisteu.

Transcrevo um fragmento:

"O atual, talvez fugaz, namorado (...) é um desconhecido e bonitão deputado federal (...)", descreve Veja.

terça-feira, 22 de maio de 2007

22 de Maio na História

Os "Jagunços" do Caldeirão

Na serra do Araripe, CE, Polícia e Exército, aterrorizados pelo espectro de Canudos, atacam inclusive com bombardeio aéreo os beatos vindos do Caldeirão.

[Natal] Sucessão Municipal

PV decide priorizar candidatura de Micarla à prefeitura de Natal

Ivo Freire

O Congresso Nacional do Partido Verde realizado sexta-feira e sábado, em Brasília, elegeu o novo Conselho nacional da legenda que agora é também composto pela deputada estadual do Rio Grande do Norte, Micarla de Souza.

Micarla passa a integrar a maior instância de deliberação do partido ao lado dos deputados Fernando Gabeira e Sarney Filho.

O Partido Verde do RN ainda elegeu para o Conselho nacional outros dois membros do RN: o secretário estadual de eventos, Carlos Paiva e o presidente de Honra, Rivaldo Fernandes.

O Congresso Nacional do PV ainda deliberou sobre as eleições municipais. A intenção é de que a legenda apresente candidatos próprios às prefeituras. E, dentro deste entendimento, fez ampla avaliação dos potenciais candidatos da legenda nas capitais.

O partido chegou à conclusão de que a candidatura da deputada Micarla de Souza deve ser prioridade nacional.

O PV tem como meta para o pleito de 2008 eleger o seu primeiro prefeito de capital. A intenção do Partido Verde é eleger Micarla de Souza prefeita de Natal.

PROCESSOS

Processos referentes as eleições de 2004

Um total de doze municípios do Rio Grande do Norte concentra 16 processos referentes às eleições de 2004, segundo informação do Tribunal Regional Eleitoral(TRE).

Os 12 municípios com processos de 2004, em tramitação no TRE, são Afonso Bezerra (2), Areia Branca (1), Coronel Ezequiel (1), Jucurutu (1), Lagoa D´Anta (1), Macau (3), Martins (2), Monte Alegre (1), São Gonçalo do Amarante (1), São José de Mipibu (1), Tenente Ananias (1) e Várzea (1).

Os 16 processos estão distribuídos para os juízes membros da Corte Eleitoral, como relatores, da seguinte forma : 3 para o juiz Fernando Pimenta; 1 para o juiz Jarbas Bezerra; 2 para o juiz Josoniel Fonseca; 5 para a juíza Maria Soledade Fernandes; 1 para o corregedor, desembargador Expedito Ferreira de Souza, e quatro para o juiz Manuel Maia.

Estes processos deverão começar a ser julgados a partir da próxima semana.
Fonte: O.WAN/TRE

Prouni abre período de inscrições nesta quarta (23)

O Prouni (Programa Universidade para Todos) está com inscrições abertas a partir desta quarta-feira (23) para bolsas de estudos em cursos que se iniciam no segundo semestre de 2007. Clique aqui e acesse o site do programa para se inscrever.

A expectativa do programa é oferecer cerca de 50 mil bolsas para o segundo semestre -- parciais (50% da mensalidade) ou totais. No primeiro, foram 108 mil. Até 2010, o Prouni quer distribuir 400 mil bolsas.

O candidato pode fazer até sete opções de curso ou de instituição na sua inscrição -- antes só era possível fazer cinco escolhas. O objetivo, segundo o MEC (Ministério da Educação), é aumentar o número de alunos contemplados com o benefício.

O prazo de inscrição acaba às 21h de 9 de junho. Como as inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, as instituições de ensino parceiras do programa devem possibilitar ao aluno o acesso gratuito à rede. A divulgação dos selecionados será em 14 de junho.

Critérios


Para concorrer às bolsas, os candidatos têm que atender a uma série de exigências. Entre elas, ter feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2006 e ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou em escola privada na condição de bolsista integral.

Para concorrer à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda per capita familiar de até um salário mínimo e meio (R$ 570, em valores de hoje). Para a bolsa parcial, renda per capita familiar de até três salários mínimos (R$ 1.140).

Blog do Prof. Ozamir Lima - Designer: Segundo Freitas